10/09/2010

hoje cedo


fui desarmado
por um filhote de pardal
que olhou fundo nos meus olhos
inclinou a cabeça, bateu asas
e voou

parecia
que ele sabia
de alguma coisa