04/07/2011

Tião Carreiro

ouvi uma moda de viola
de tião carreiro e pardinho
falava sobre a despedida
sobre seguir viagem chorando
e sobre a dúvida em saber se
quem ficava
também chorava - o que é justo -
ele dizia que faria um corte no peito
que se tivesse um lugar no mundo
que ninguém tivesse pisado
era lá, justamente lá, que ele iria ficar.
fiquei pensando sobre a dor dele:
no mínimo,
meia garrafa