22/03/2016

tinha um leão

tinha um leão
quando eu liguei a televisão. 
a trilha crescia lentamente
enquanto o narrador detalhava
- em off -
a musculatura do felino e
o poder de ataque do animal:
de cara, p’ra mim,
o bicho parecia ruim
naquele contexto audiovisual.
caçada ou perseguição?
a presa que agonizava,
o sangue que dela jorrava,
o que fazia eu
que ainda não perguntava:
- fome ou raiva, leão?
foi quando, então,
a trilha parou.
o narrador ficou mudo.
e n'um momento divino
ou vespertino
a minha ficha caiu...
lá, no seus habitats,
ele são só bichos
estão grunhindo 
por natureza, viu?